Blog

CHILE – Um País que te espera de braços abertos

  • Compartilhe
  • Postado em 28/06/2017
  • Por Marketing TGK
  • Visto 136 vezes
CHILE – Um País que te espera de braços abertos

Você não precisa viajar muito longe para encontrar algumas das mais belas paisagens do mundo o Chile está apenas 4 horas e pouco de voo de algumas cidades do Brasil (de São Paulo 4hr 20, do Rio 4hr 40) - é um verdadeiro paraíso para os fotógrafos profissionais ou amadores, é um sem fim de paisagens deslumbrantes, coloridos únicos e uma limpidez no ar que faz qualquer imagem virar uma obra prima.

O que você vai vivenciar vai além do que você pode imaginar em termos de diversidade: climas, vegetações, águas, desertos, geleiras, salares, vulcões...além de todas as formações rochosas, verdadeiras esculturas naturais moldadas pelos ventos.

Interessante: é a terra natal de Pablo Neruda (cujo nome na verdade era Ricardo Eliecer Neftalí Reyes Basoalto), um dos mais importantes poetas da língua castelhana do século XX, que descreveu seu país numa linda poesia – “Cuándo de Chile”. Ganhou o Prêmio Nobel de Literatura em 1971.

Agora com seu roteiro personalizado em mãos, veja a seguir algumas informações essenciais e as dicas importantes para que sua viagem transcorra daquele jeito que você sonhou.

Sobre o país:

A República do Chile inclui alguns territórios ultramarinos como o arquipélago Juan Fernández, as Ilhas Desventuradas, a Ilha Sala y Gómez e a incrível e imperdível Ilha da Páscoa. O país possui um território nada comum com seu comprimento de 4630 quilômetros e sua largura em torno de 175 quilômetros, ou seja, uma estreita faixa entre o Oceano Pacífico e a Cordilheira dos Andes. Um território na Antártica também faz parte do Chile.

Interessante: é um dos dois únicos países da América do Sul que não faz fronteira com o Brasil – o outro é o Equador.

História: depois de sua independência entre os anos de 1817 e 1818, o Chile passou por vários Presidentes desde uma democracia à uma conturbada época sobre o domínio militar; nos dias de hoje (2017) Michelle Bachelet é a Presidente eleita pela segunda vez.

Geografia: o Chile faz fronteira ao norte com o Peru, no nordeste com a Bolívia e a leste com a Argentina. O país está localizado no Círculo de Fogo do Pacífico o que significa que está numa região de grande atividade vulcânica.

Fuso horário: menos 1 hora - horário de Brasília.

Idioma: desde o período colonial, a cultura do país foi dominada pelos espanhóis – o idioma é o espanhol em quase todo o país, mas ainda existem algumas comunidades indígenas com seus dialetos (Aimara, Quéchua, Mapuche...). Ao longo do tempo o idioma espanhol foi adquirindo suas próprias particularidades.

Temperatura: seu clima tem enormes variações indo do mediterrâneo ao mais seco do mundo (Deserto do Atacama). Por causa da sua extensão o Chile tem quase todos os climas encontrados no nosso planeta e também as quatro estações bem definidas, então escolha ir na época que mais lhe agrada.

Dinheiro: A moeda local é o Peso. Um dólar equivale a mais ou menos 670,16 CLP. Além disso, se você precisar sacar dinheiro tem caixas eletrônicos em diversos locais nas cidades. A maioria dos cartões de crédito e débito é aceita.

Segurança: O Chile deu uma grande importância a segurança para seu desenvolvimento. A cidade de Santiago do Chile é considerada a cidade mais segura a nível latino americano. 

Eletricidade: a voltagem varia de 220 a 230V. A maioria das tomadas possuem 2 ou 3 pinos redondos. Adquira um adaptador universal em qualquer aeroporto internacional, mas os hotéis geralmente oferecem adaptadores para seus hóspedes é só solicitar ao concierge.

Celular: antes de viajar não esqueça de contatar a sua operadora para verificar os pacotes de dados e roaming internacionais. Mas o melhor é comprar um chip pré-pago no Chile. São várias as operadoras disponíveis como Claro, Movistar, Entel entre outras. Você vai encontrar facilmente nas bancas de jornais ou em lojas nos shoppings.

Claro que compras não podem faltar: sem dúvida, se você for para o Chile no inverno terá que comprar roupas e agasalhos para aguentar o frio – vale a pena deixar para comprar durante a viagem pois a variedade é bem maior que no Brasil sem contar que as roupas são bem mais preparadas para o frio chileno.E se você gosta de comprar lembranças, o Chile é rico em arte, jóias diferentes com pedras vulcânicas além de ter um lindo artesanato colorido. E claro deixe lugar na sua mala para algumas garrafas de vinho chileno pois são muitas as uvas, as vinícolas, os produtores...sempre bom se informar antes de comprar. Gorjetas: Dar gorjeta é uma forma de demonstrar sua satisfação com o serviço prestado. Em hotéis e restaurantes uma taxa de 10% é cobrada então você pode ou não deixar algo a mais. Quanto aos taxis, sempre é bom arredondar o valor e se o motorista ajudou você com sua mala, não custa adicionar 10% a corrida. 

Dirigir: existe um acordo entre os Estados do Mercosul que permite que você dirija com sua Habilitação Nacional nos demais países. Um cuidado: no Chile não existem muitos postos de gasolina então é bom ficar atento no tanque e manter sempre cheio.

Dicas de passeios

O Chile é um daqueles países para onde é possível viajar a qualquer época do ano dependendo do que se quer ver e fazer - as opções são muitas e todas incríveis. Abaixo você encontrará algumas dicas.

Santiago do Chile: é uma cidade cosmopolita e bastante moderna, muito civilizada, que possui um aeroporto que serve como “hub” para muitos destinos no Pacífico e na Oceania – é onde você vai chegar. 

Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benítez, também Aeroporto de Pudahuel: é o aeroporto de Santiago do Chile (SCL) tanto para voos internacionais quanto domésticos. Fica a mais ou menos uns 17 km do centro da cidade – existem vários meios de transporte desde o aeroporto – taxi, ônibus ou van. Recomendamos um traslado privativo até o seu hotel.

Bairros: o centro é onde se localizam as principais atrações turísticas, Providencia é um importante bairro comercial. Também temos El Golf e Vitacura que são a nova Santiago, com prédios muito modernos e onde a elite também se concentra. E para os que são fãs de diversão, locais inspiradores e vida noturna, o bairro de Bellavista é perfeito. Lastarria é também charmoso e repleto de pequenos restaurantes onde vale a pena comer.

 

O que visitar na cidade

Santiago tem inumeras atrações mas aqui está uma pequena lista de algumas obrigatórias.

 

Palácio de la Moneda: localizado no centro da cidade é a sede da Presidência da República do Chile. O Palácio, construído entre 1786 e 1812 para ser a Casa da Moeda, está ladeado por duas praças - a da Constituição e a da Cidadania.

Interessante: é um dos poucos prédios da época colonial que ainda está de pé na cidade.

 

Plaza de Armas: é a principal praça de Santiago, considerada o marco zero da cidade e o ponto central da capital. Foi ali que, em 1541, o conquistador espanhol Pedro de Valdívia fundou a cidade de Santiago. Está rodeada por alguns prédios históricos, o dos Correios, a Catedral Metropolitana de Santiago e o Museu Histórico Nacional.

 

Museu Nacional de Bellas Artes: é um edifício antigo e imponente junto ao Parque Florestal. Seu acervo possui mais de 3 mil itens, entre pinturas e esculturas de artistas chilenos e europeus. É para quem gosta de arte – de terça a domingo das 10:00 hr às 18:50 hr. Logo atrás está o Museu de Arte Contemporânea.

 

Museu Chileno de Arte Precolombino: esse museu é o centro arqueológico mais importante do Chile e seu edifício foi desenhado pelo mesmo arquiteto italiano que construiu a Casa da Moeda – de terça a domingo das 10:00 hr às 18:00 hr.

 

Mercado Central: este pode até valer a visita pois não podemos esquecer que o Chile é um grande produtor de peixes e frutos do mar e aqui você poderá inclusive provar um bem especial, o Centolla, um caranguejo gigante, em um dos diversos restaurantes dentro do mercado. Mas para quem não gosta do cheiro de peixe este não é um lugar muito indicado.

 

Casa de Pablo Neruda: são três casas ao todo - uma em Santiago, La Chascona; uma em Valparaíso, La Sebastiana; e a terceira Isla Negra em El Quisco. As três foram transformadas em museu e são pontos de grande visitação no Chile. O acervo é divertido e tem aquela conotação afetiva que sempre encanta. Cada uma das casas tem uma personalidade bem definida, são repletas de obras de arte que faziam parte do acervo do poeta.

 

Cerro San Cristóbal: um programa bem divertido para as crianças pois se sobe em um funicular. A vista lá de cima é imperdível. Santiago é uma bonita cidade.

 

Sky Costanera: e falando em vista, este é o mais alto mirante da América Latina com 300 metros de altura. Talvez o melhor momento seja no final da tarde e se o céu estiver limpo será possível ver a Cordilheira iluminada pelo sol – entrar pelo Shopping Costanera Center.

 

Templo Bahá’í: “A Fé Bahá’í é a mais recente das religiões independentes do mundo. Seu fundador, Bahá’u’lláh (1817-1892), é tido pelos bahá’ís como o mais recente na linha de Mensageiros de Deus que se estende por um passado que vai além daquele do qual se tem registro e inclui Abraão, Moisés, Buda, Krishna, Zoroastro, Cristo, Muhammad e O Báb. A Fé Bahá’í é uma religião mundial independente, com suas próprias leis e escrituras sagradas, surgida na antiga Pérsia (atual Irã) em 1844″ (www.bahai.org.br/a-fe-bahai/origens). Esse templo inaugurado em outubro de 2016 é uma obra de arte aberto para todos, um ícone da arquitetura que já recebeu prêmios pela sua beleza. (É possível ir de Uber).

 

Valparaíso: a mais ou menos uns 140 km de Santiago, é um pequena cidade assim meio alternativa. Aqui tem uma das casas de Pablo Neruda para se visitar e também uma interessante coleção de casas de zinco tombadas pela UNESCO, se você for até o Cerro Alegre. Também não deixe de visitar um dos museus mais importantes da região, no Palacio Baburizza.

 

Viña Del Mar: pertinho de Valparaíso, uns dois quilômetros apenas...é uma cidade costeira arrumadinha, onde será possível dar uma caminhada pelo calçadão que leva ao Cassino, tirar uma foto no relógio de flores.

 

Esquiar no Chile: você pode escolher entre 4 estações perto de Santiago – El Colorado, Farellones, La Parva e Valle Nevado. A melhor época é no inverno de julho a final de agosto – neve garantida! Recomendamos já ir com toda a sua viagem organizada. A TGK vai lhe ajudar com as melhores opções, então se você realmente quer esquiar organize tudo com antecedência.

 

Vinícolas: este é com certeza um dos melhores programas a se fazer no Chile – visitar uma das diversas vinícolas no Vale de Maipo ou um pouco mais longe no Vale de Casablanca. Visite Cousiño Macul, Concha y Toro, Undurraga, Casas del Bosque...são muitas...se você não se preparou desde o Brasil, pergunte ao concierge do hotel quais as melhores opções e corra provar os deliciosos vinhos chilenos! As vinícolas mais prestigiosas ficam no Vale de Colchagua, mais ou menos uns 200 km de Santiago, neste caso é melhor pernoitar.

 

Deserto do Atacama: desde Santiago você vai voar até a cidade de Calama, umas duas horas de voo e de lá mais uns 100km - o melhor é ficar em San Pedro de Atacama, uma pequena cidade com suas ruas de terra onde estão as boas opções de alojamento. Hotéis rústicos, charmosos mas com um luxo despojado maravilhoso, alta gastronomia. E claro os passeios. Esses são todos imperdíveis. Seguem alguns que são oferecidos pelos hotéis e o melhor é já ir com tudo programado para não se decepcionar.

O deserto está localizado a 2440 m acima do nível do mar, é um dos lugares mais secos do mundo – oferece aos seus visitantes uma paisagens deslumbrantes repletas de formações vulcânicas, lagunas, gêiseres e muito mais.

 

Passeios: Tour Astronômico, Tour Arqueológico (Tulor-Quitor), Vale da Lua, Gêiseres del Tatio, Salar de Tara, Termas de Puritama, Lagunas Altiplânicas, Lagoa Cejar, Vale da Lua, Salar do Atacama, Vulcões do Atacama, Toconao, Vale da Morte, entre outros.

Não deixe de ir a Reserva Nacional Los Flamencos para observar as lindas aves com suas plumas rosadas e depois siga um pouco adiante para admirar imensas áreas cobertas por sal cristalizado, originadas da evaporação de águas subterrâneas.

 

Pergunte no seu hotel as diversas atividades que eles oferecem tais como piqueniques, cavalgadas, observação das constelações num céu límpido, passeios de bicicleta, caminhadas, visita a uma fazenda local, comprinhas num centro de artesanato. Prove a culinária preparada com produtos regionais e no final do dia não deixe de aproveitar as diversas massagens para relaxar e ficar preparado para mais uma aventura no dia seguinte.

 

Importante: é fundamental levar os agasalhos certos para não passar frio como também maio ou calção de banho pois uma das gostosas experiências é tomar banho em uma das diversas piscinas de águas termais quentes da região.

 

CHILE – Um País que te espera de braços abertos CHILE – Um País que te espera de braços abertos
Atacama Museus de Bellas Artes

 

Puerto Varas: repleta de tradição germânica, também é conhecida como a Cidade das Rosas. Localizada na região dos lagos ao sul do Chile é o ponto de partida para se visitar várias atrações como o Lago Todos Los Santos, o Parque Nacional Puyehue, Saltos de Petrohué entre outros. Muitas atividades como a pesca, caiaque ou passeios de bicicleta para apreciar a natureza selvagem.

 

Puerto Montt: aqui você poderá provar um delicioso salmão. A cidade é o ponto de partida para a Patagônia Chilena como também rumo a Chiloé e os fiordes. Seu aeroporto El Tepual é o segundo em importância no Chile.

 

E como não falar da oitava maravilha do mundo: Torres del Paine. A grandiosidade deste Parque Nacional é impressionante e reserva aventuras únicas como navegar em meio a blocos de gelo, observar pedaços das geleiras mergulharem no mar...e claro muito trekking. Puerto Natales é seu portão de entrada.

Olá, deixe seu comentário para CHILE – Um País que te espera de braços abertos

Enviando Comentário Fechar :/

Gostou? Vamos planejar sua viagem?

Solicite orçamento personalizado