Blog

Viagem pela Croácia

  • Compartilhe
  • Postado em 18/06/2018
  • Por Marketing TGK
  • Visto 139 vezes
Viagem pela Croácia

Uma das mais recentes joias do turismo europeu já está dando o que falar entre viajantes do mundo todo! Quem é realmente fã da premiada série “Game of Thrones”, da HBO

Já deve ter ouvido falar na cidade medieval de Dubrovnik, a qual serviu de cenário desse clássico. Sem falar na série de ataques devastadores que o país da Europa Central foi alvo nos anos 90; ou da região da Dalmácia, terra natal do cachorro da raça Dálmata. Essas são somente algumas referências do que este fantástico país pode oferecer ao turista. Prepare-se para muitas experiências! Saiba mais sobre algumas de suas principais cidades e o que fazer em sua visita:

 

OPATIJA

Basta um passeio pela cidade para reconhecer o seu magnífico passado. O parque Villa Angiolina, a Igreja de São Jacob, o Open Air Summer Theater, a Foutain Helios and Selena e o Passeio de Fama são apenas algumas das atrações que devem ser visitadas. E se quiser sentir um pouco da atmosfera da Belle Époque, considere um dos hotéis históricos!

Existem razões para visitar Opatija durante todo o ano. Tudo depende do que procura e gosta de fazer. Se viaja na procura de sol e praia, o melhor será visitá-la entre junho e setembro. A época alta, entre maio e setembro, é também uma boa para quem gosta de festas. Embora situada na costa, esta região tem mais para oferecer: como a gastronomia, os vinhos, os jardins, a arquitetura, os spas e os vários eventos, como o Festival de Chocolate, que acontece em dezembro. O inverno é ideal para sentir a atmosfera romântica. Opatija é também um retiro de spa, graças aos seus fatores naturais e à sua tradição centenária. Além de ter sido declarada estância balnear em 1889, também se tornou o primeiro resort de saúde do Adriático. Quem procurava relaxar e ter tranquilidade, era lá o lugar para se refugiar! E tudo isso se mantém intacto! Faça também um passeio pelo Villa Angiolina, onde poderá apreciar várias espécies de plantas, entre elas o louro - planta medicinal que contribui para o turismo de saúde. Junto ao parque, uma mostra de como o lugar cultiva o seu apreço pelo passado glorioso: através de um muro com uma dezena de rostos pintados de personalidades famosas do último século e que frequentaram o balneário.

 

ZADAR

Uma região da costa central que é cheia de atrações, de monumentos históricos e culturais a belezas naturais. Com ruas e casas de pedra, sua cidade medieval amuralhada é a atração para não ficar de fora do seu roteiro! Quer uma dica? O melhor jeito de explorar aqui é a pé, de carro pode vir a ser transtorno, já que as ruelas são muito estreitas e é muito difícil para estacionar. Aqui também é o lugar com fama de proporcionar o pôr do sol mais bonito que existe! Será? Só mesmo conferindo para ter certeza! O que você também não pode perder está no Riva, um calçadão às margens do Mar Adriático. Lá ficam o Sea Organ e o Greeting to the Sun, um monumento de saudação ao Sol, que absorve a luz ao longo do dia e se acende ao anoitecer.

CURIOSIDADE

Na cidade podemos encontrar vários resquícios de um dos impérios que a dominou há muitos anos, o Romano. Podemos encontrar construções típicas romanas pela cidade, e isso é muito interessante de observar.

PASSEIOS

Igreja de São Donato

Construção do século nove, é o cartão postal da cidade. Uma basílica medieval famosa e com uma acústica incrível, e tem muitos concertos.

Painéis solares

Localizados ao lado do famoso órgão do mar. Eles absorvem energia do sol e à noite se ascendem iluminando com muitas cores! Ideia do mesmo arquiteto que criou o órgão marítimo e que, não temos dúvidas, é inspiradíssimo!

DICA

Centros de compras na old town: Lá você poderá presenciar dancinhas típicas e tomar café nos bares aconchegantes de Zadar, repleto de ruas de mármore.

E não deixem de provar o delicioso sorvete!

 

 

SPLIT

Hora de conhecer as famosas praias do país! E de litoral, a Croácia entende muito bem! Diferentemente das que estamos acostumados, lá as praias têm pedras ao invés de areia. É bacana levar sempre com você um chinelo ou sapato para não machucar os pés ao entrar no mar! #ficaadica Com quase 6 mil quilômetros, sua costa é formada por baías, penínsulas e um total de 1.250 ilhotas. Split fica a apenas três horas de barco da Itália. É daqui também que saem barcos para as famosas ilhas de Brac, Vis e Hvar. Talvez por conta de sua posição geográfica, a Croácia parece ser abençoada com entardeceres sensacionais! Ainda por lá, a Catedral St. Duje (Ulica Kraj Svetog Duje 5),  sustentada por colunas de granito e mármore, se destaca pelas pinturas representando a vida de Cristo. O Museu Arqueológico (Zrinjsko- Frankopanska 25, trunc.it/mt5yh), fundado em 1820, é o mais antigo da Croácia. Possui artefatos de diversas épocas!

CURIOSIDADE

Em Split você vai encontrar mais um Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, que é o Palácio Diocleciano, localizado na parte velha da Cidade. Esse palácio tem 4 portões: Iron Gate (a oeste), Silver Gate (ao leste), Golden Gate (no norte) e Bronze Gate (no sul).

 

TROGIR

Com muito charme e mais de 4 mil anos de existência, em 1997 ela foi declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Uma ilha que se conecta ao continente por uma ponte, mais precisamente pelo portão da Terra ou pelo portão do Mar, por ser toda murada. Na sua praça principal ficam algumas atrações, como a Torre do Relógio, do século XIV, a Prefeitura, o Palácio Cipiko, a Catedral de São Lourenço, do século XV, e a Igreja de São João Batista. Quer uma dica boa? Dá pra fazer um bate-volta de Split para Trogir em apenas 40 minutos de ônibus ou meia hora de carro. E é tranquilo conhecer a região em uma tarde, sem correria. Seguindo os muros na direção sul, você encontra o Mosteiro Beneditino e o Museu Municipal e saindo da cidade murada pelo Portão do Mar você chega a orla de Trogir, lugar agradável com diversos restaurantes e o Castelo Kamerlengo ao fundo, com sua estrutura de quatro faces. Ali era a residência do governador veneziano, no século XV.

 

DUBROVNIK

Um destino bem cobiçado nos últimos tempos! Seu centro histórico, com enormes muralhas de proteção, lembra o passado rico em glórias da antiga República de Ragusa, do século XII. Uma região por hora sempre muito desejada, já que se encontra em um ponto estratégico do mapa: faz a ponte entre Adriático e Bálcãs. Sobre o que se fazer, o Teleférico é ideal para ter uma visão panorâmica, são 778 metros de altura. Há lojas de suvenirs e lanchonete As Muralhas que cercam a cidade foram construídas no século XIII. Este passeio leva cerca de uma hora e meia. O Palácio do Reitor do século XVI tem acervo de objetos da época.

Sem dúvida, chegando na cidade, você vai entender porque Dubrovnik é um dos destinos mais populares da Croácia. Cenário paradisíaco, cidade jovem, praias maravilhosas e a culinária de dar água na boca!

 

ZAGREB

Com prédios históricos, ruelas, igrejas e monumentos, a capital da Croácia tem pouco mais de 800 mil habitantes. Além de um rico centro histórico, dividido entre Cidade Alta e Cidade Baixa, com atrações como a Igreja de São Marcos, com telhado colorido, o Museu das Relações Cortadas, o de Arte Naïv e a praça Josip Jelačić, você encontra incríveis cafés, bares, restaurantes e lojinhas. Na Cidade Baixa há também o Mercado Dolac que, há quase um século, vende frutas, embutidos, laticínios e artesanato. Um lugar ideal para provar a culinária croata. Na região, funciona o trem funicular com um dos mais curtos trajetos do mundo, apenas 66 metros. Sua estação fica ao pé da Torre Lotrscak, do século XIII, conhecida pelo canhão Grickim, que dispara fogo todos os dias. Podemos acompanhar de perto!

DICA

Para os passeios noturnos, a cidade é bem jovial, mas não é muito movimentada. Mas, sem dúvida, você vai encontrar barezinhos para se distrair e tomar a Karlovacko, famosa e deliciosa cerveja croata.

 

PLITVICE

Saindo de Zagreb, é possível seguir 150 quilômetros até o Parque Nacional dos Lagos Plitvice, um verdadeiro tesouro da natureza! Esta é uma das atrações mais procuradas do país, por conta de sua beleza impressionante! A reserva natural é tombada como Patrimônio pela Unesco, desde 1979. Trata-se de uma área florestal de 300 quilômetros quadrados no coração dos Bálcãs, formada por 16 lagos (12 superiores e quatro inferiores) que se interligam por cascatas, algumas tão altas que dão até vertigem! Tão inconstantes quanto a cor dos lagos são as quedas d’água, que mudam o tempo todo. A água escorre pelas formações rochosas sedimentadas, que se moldam ao longo do tempo, dando origem a novas e diferentes quedas. A mais alta delas, Veliki Slap, tem 78 metros. Mas o show só pode ser visto de longe – é totalmente proibido nadar. Molhar a mão só para sentir a temperatura da água. E a riqueza vai além: a floresta abriga também pássaros, linces, veados, lobos e ursos marrons (símbolo do parque). Dizem que é possível escutá-los no alto das montanhas à noite.

 

DICA

Com cachoeiras, cavernas e grutas, torna-se um passeio de contato direto com a natureza, já que lá você pode fazer vários tipos de trilhas. Têm algumas travessias que são feitas com barcos elétricos para não poluir, e, para te impressionar mais ainda, os lagos têm cores diferentes por causa dos minerais. Mas fique atento, no verão, o parque costuma ficar bem cheio de turistas. 

COMO CHEGAR

A chegada ao parque pode ser de ônibus ou carro. Se não quiser ficar andando o dia todo pelo parque e ainda ter que pegar estrada na volta, é possível pernoitar por lá, o que pode ser muito útil dependendo do seu nível de cansaço.

 

INFORMAÇÃO IMPORTANTE

Os lagos não são abertos para banho, justamente pra preservá-los. E o acesso ao parque não é gratuito, precisa consultar o preço dos ingressos com antecedência pra não ser pego de surpresa, ok?

 

 

HVAR

Uma das ilhas mais paradisíacas da Croácia, esse é o melhor lugar para aproveitar o verão. Assim podemos descrever Hvar: Uma das regiões mais ensolaradas do País, esse é um destino com muita badalação, passeios e belezas naturais.

 

COMO CHEGAR

A melhor opção é de balsa, saindo de Split. Pode comprar o ticket do ferry (balsa) ali na marina mesmo. Tem como destino a cidade Stari Grad, que fica a cerca de 30 minutos de Hvar; então caso não esteja de carro, procure uma opção para a ida até Hvar após o traslado de ferry.

DICAS

Os bares estão espalhados pela ilha, além das baladas. Mas se você procura por descanso, aqui também é o lugar ideal. As praias são, em maioria, sem a areia soltinha que estamos acostumados no Brasil. São de pequenas rochinhas e, algumas, são de rochas bem grandes. A ilha tem cerca de 70km, e uma dica incrível é alugar uma bicicleta ou um carro pra poder circular por lá. Além disso, indicamos alugar uma lancha e conhecer as ilhas ao redor: tem uma mais linda que a outra!

 

 

- Culinária

 

A cultura croata é repleta de influências dos povos que por lá passaram e o mesmo vale para a sua rica e variada culinária. A gastronomia tem muita influência da Itália. São muitos restaurantes italianos por todo o país. A pizza é tira-gosto para eles. Frutos do Mar são a especialidade do país e são pratos mais caros, principalmente nas ilhas. As cervejas são Osujisko Pivo e a Karlovako, ambas deliciosas. Não deixe de experimentar o burek, um salgado típico do país, que é uma massa folhada recheada de queijo, espinafre ou carne. Sensacional! Em Zagreb e região dos Lagos Plitivce, no entanto, é muito comum um mix de carnes servido com batata e feijão, que é uma delícia e lembra o nosso churrasco. Os vinhos croatas também são bons, principalmente os brancos e rosés, que combinam perfeitamente com o verão.

Na costa dálmata, você irá encontrar pescados e pratos típicos gregos e italianos que são bastantes presentes, enquanto que em Zagreb e nas regiões montanhosas há claras inspirações húngaras, turcas e austríacas. Portanto, não se surpreenda em achar, com bastante frequência, especialidades regionais como goulash, apfelstrudel, baklava, nhoque e pimentões recheados nos restaurantes locais.

 

 

3 PRATOS - DICAS

Brudet: é um cozido de bata com peixe (mais para a região de Dalmácia).

Perto de Dubrovnik, não deixem de experimentar as famosas ostras.

Experimente também o Crni rižot, um risoto negro, delicioso, tingido com a tinta da Lula. Os vinhos croatas também são muito saborosos. Vale uma pausa para saborear!

 

- História

Só para nos situarmos um pouco, a Croácia fez parte da ex-nação da lugoslávia, durante boa parte do século XX, e recuperou sua independência na guerra que acabou apenas em 1991. Mas não se vê sinal do conflito por qualquer lugar que se passe, exceto nos museus que contam um pouco de sua incrível história de séculos de ocupações que deixaram uma herança cultural riquíssima, principalmente do período do Império Otomano.

 

- Curiosidades

 - Se você é um apaixonado por séries, algumas cidades da Croácia fizeram parte do cenário de “Game Of Thrones”! O clima medieval desse país maravilhoso serviu perfeitamente para ambientar essa série que ficou tão famosa pelo mundo.

- Você com certeza conhece ou já ouviu falar dos cães da raça Dálmata. Sabia que esse nome surgiu na Dalmácia, uma região que abrange territórios da Croácia, Herzegovina, Montenegro e Bosnia? Legal, né? A origem da raça em si ainda é desconhecida e não se tem muita informação sobre o assunto, mas o nome surgiu e foi inspirado naquela região. Essa raça se tornou muito conhecida e querida por todos depois de fazer parte do filme infantil “101 Dálmatas”.

- A cidade HUM, localizada a Oeste do País, está no livro dos Recordes como a menor cidade do mundo, com uma população de cerca de 20 pessoas.

- Sabia que a Croácia só virou membro da União Europeia em 2013? Hoje é um dos países mais desenvolvidos da ex-Iugoslávia.

- Os recursos naturais da Croácia encontram-se bem explorados, especialmente o petróleo, o carvão e o bauxite;

- A indústria abrange produtos como o vinho, os têxteis, produtos químicos, petróleo e gás natural;

- A nível agrícola, as culturas dominantes são o milho, o trigo, a beterraba, a batata e a cevada;

- Suas principais religiões são: Catolicismo (87,8%) e Catolicismo Ortodoxo (3%).

 

, já deve ter ouvido falar na cidade medieval de Dubrovnik, a qual serviu de cenário desse clássico. Sem falar na série de ataques devastadores que o país da Europa Central foi alvo nos anos 90; ou da região da Dalmácia, terra natal do cachorro da raça Dálmata. Essas são somente algumas referências do que este fantástico país pode oferecer ao turista. Prepare-se para muitas experiências! Saiba mais sobre algumas de suas principais cidades e o que fazer em sua visita:

 

OPATIJA

Basta um passeio pela cidade para reconhecer o seu magnífico passado. O parque Villa Angiolina, a Igreja de São Jacob, o Open Air Summer Theater, a Foutain Helios and Selena e o Passeio de Fama são apenas algumas das atrações que devem ser visitadas. E se quiser sentir um pouco da atmosfera da Belle Époque, considere um dos hotéis históricos!

Existem razões para visitar Opatija durante todo o ano. Tudo depende do que procura e gosta de fazer. Se viaja na procura de sol e praia, o melhor será visitá-la entre junho e setembro. A época alta, entre maio e setembro, é também uma boa para quem gosta de festas. Embora situada na costa, esta região tem mais para oferecer: como a gastronomia, os vinhos, os jardins, a arquitetura, os spas e os vários eventos, como o Festival de Chocolate, que acontece em dezembro. O inverno é ideal para sentir a atmosfera romântica. Opatija é também um retiro de spa, graças aos seus fatores naturais e à sua tradição centenária. Além de ter sido declarada estância balnear em 1889, também se tornou o primeiro resort de saúde do Adriático. Quem procurava relaxar e ter tranquilidade, era lá o lugar para se refugiar! E tudo isso se mantém intacto! Faça também um passeio pelo Villa Angiolina, onde poderá apreciar várias espécies de plantas, entre elas o louro - planta medicinal que contribui para o turismo de saúde. Junto ao parque, uma mostra de como o lugar cultiva o seu apreço pelo passado glorioso: através de um muro com uma dezena de rostos pintados de personalidades famosas do último século e que frequentaram o balneário.

 

ZADAR

Uma região da costa central que é cheia de atrações, de monumentos históricos e culturais a belezas naturais. Com ruas e casas de pedra, sua cidade medieval amuralhada é a atração para não ficar de fora do seu roteiro! Quer uma dica? O melhor jeito de explorar aqui é a pé, de carro pode vir a ser transtorno, já que as ruelas são muito estreitas e é muito difícil para estacionar. Aqui também é o lugar com fama de proporcionar o pôr do sol mais bonito que existe! Será? Só mesmo conferindo para ter certeza! O que você também não pode perder está no Riva, um calçadão às margens do Mar Adriático. Lá ficam o Sea Organ e o Greeting to the Sun, um monumento de saudação ao Sol, que absorve a luz ao longo do dia e se acende ao anoitecer.

CURIOSIDADE

Na cidade podemos encontrar vários resquícios de um dos impérios que a dominou há muitos anos, o Romano. Podemos encontrar construções típicas romanas pela cidade, e isso é muito interessante de observar.

PASSEIOS

Igreja de São Donato

Construção do século nove, é o cartão postal da cidade. Uma basílica medieval famosa e com uma acústica incrível, e tem muitos concertos.

Painéis solares

Localizados ao lado do famoso órgão do mar. Eles absorvem energia do sol e à noite se ascendem iluminando com muitas cores! Ideia do mesmo arquiteto que criou o órgão marítimo e que, não temos dúvidas, é inspiradíssimo!

DICA

Centros de compras na old town: Lá você poderá presenciar dancinhas típicas e tomar café nos bares aconchegantes de Zadar, repleto de ruas de mármore.

E não deixem de provar o delicioso sorvete!

 

SPLIT

Hora de conhecer as famosas praias do país! E de litoral, a Croácia entende muito bem! Diferentemente das que estamos acostumados, lá as praias têm pedras ao invés de areia. É bacana levar sempre com você um chinelo ou sapato para não machucar os pés ao entrar no mar! #ficaadica Com quase 6 mil quilômetros, sua costa é formada por baías, penínsulas e um total de 1.250 ilhotas. Split fica a apenas três horas de barco da Itália. É daqui também que saem barcos para as famosas ilhas de Brac, Vis e Hvar. Talvez por conta de sua posição geográfica, a Croácia parece ser abençoada com entardeceres sensacionais! Ainda por lá, a Catedral St. Duje (Ulica Kraj Svetog Duje 5),  sustentada por colunas de granito e mármore, se destaca pelas pinturas representando a vida de Cristo. O Museu Arqueológico (Zrinjsko- Frankopanska 25, trunc.it/mt5yh), fundado em 1820, é o mais antigo da Croácia. Possui artefatos de diversas épocas!

CURIOSIDADE

Em Split você vai encontrar mais um Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, que é o Palácio Diocleciano, localizado na parte velha da Cidade. Esse palácio tem 4 portões: Iron Gate (a oeste), Silver Gate (ao leste), Golden Gate (no norte) e Bronze Gate (no sul).

 

TROGIR

Com muito charme e mais de 4 mil anos de existência, em 1997 ela foi declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Uma ilha que se conecta ao continente por uma ponte, mais precisamente pelo portão da Terra ou pelo portão do Mar, por ser toda murada. Na sua praça principal ficam algumas atrações, como a Torre do Relógio, do século XIV, a Prefeitura, o Palácio Cipiko, a Catedral de São Lourenço, do século XV, e a Igreja de São João Batista. Quer uma dica boa? Dá pra fazer um bate-volta de Split para Trogir em apenas 40 minutos de ônibus ou meia hora de carro. E é tranquilo conhecer a região em uma tarde, sem correria. Seguindo os muros na direção sul, você encontra o Mosteiro Beneditino e o Museu Municipal e saindo da cidade murada pelo Portão do Mar você chega a orla de Trogir, lugar agradável com diversos restaurantes e o Castelo Kamerlengo ao fundo, com sua estrutura de quatro faces. Ali era a residência do governador veneziano, no século XV.

 

DUBROVNIK

Um destino bem cobiçado nos últimos tempos! Seu centro histórico, com enormes muralhas de proteção, lembra o passado rico em glórias da antiga República de Ragusa, do século XII. Uma região por hora sempre muito desejada, já que se encontra em um ponto estratégico do mapa: faz a ponte entre Adriático e Bálcãs. Sobre o que se fazer, o Teleférico é ideal para ter uma visão panorâmica, são 778 metros de altura. Há lojas de suvenirs e lanchonete As Muralhas que cercam a cidade foram construídas no século XIII. Este passeio leva cerca de uma hora e meia. O Palácio do Reitor do século XVI tem acervo de objetos da época.

Sem dúvida, chegando na cidade, você vai entender porque Dubrovnik é um dos destinos mais populares da Croácia. Cenário paradisíaco, cidade jovem, praias maravilhosas e a culinária de dar água na boca!

 

ZAGREB

Com prédios históricos, ruelas, igrejas e monumentos, a capital da Croácia tem pouco mais de 800 mil habitantes. Além de um rico centro histórico, dividido entre Cidade Alta e Cidade Baixa, com atrações como a Igreja de São Marcos, com telhado colorido, o Museu das Relações Cortadas, o de Arte Naïv e a praça Josip Jelačić, você encontra incríveis cafés, bares, restaurantes e lojinhas. Na Cidade Baixa há também o Mercado Dolac que, há quase um século, vende frutas, embutidos, laticínios e artesanato. Um lugar ideal para provar a culinária croata. Na região, funciona o trem funicular com um dos mais curtos trajetos do mundo, apenas 66 metros. Sua estação fica ao pé da Torre Lotrscak, do século XIII, conhecida pelo canhão Grickim, que dispara fogo todos os dias. Podemos acompanhar de perto!

DICA

Para os passeios noturnos, a cidade é bem jovial, mas não é muito movimentada. Mas, sem dúvida, você vai encontrar barezinhos para se distrair e tomar a Karlovacko, famosa e deliciosa cerveja croata.

Viagem pela Croácia Viagem pela Croácia
Zagreb Split

 

PLITVICE

Saindo de Zagreb, é possível seguir 150 quilômetros até o Parque Nacional dos Lagos Plitvice, um verdadeiro tesouro da natureza! Esta é uma das atrações mais procuradas do país, por conta de sua beleza impressionante! A reserva natural é tombada como Patrimônio pela Unesco, desde 1979. Trata-se de uma área florestal de 300 quilômetros quadrados no coração dos Bálcãs, formada por 16 lagos (12 superiores e quatro inferiores) que se interligam por cascatas, algumas tão altas que dão até vertigem! Tão inconstantes quanto a cor dos lagos são as quedas d’água, que mudam o tempo todo. A água escorre pelas formações rochosas sedimentadas, que se moldam ao longo do tempo, dando origem a novas e diferentes quedas. A mais alta delas, Veliki Slap, tem 78 metros. Mas o show só pode ser visto de longe – é totalmente proibido nadar. Molhar a mão só para sentir a temperatura da água. E a riqueza vai além: a floresta abriga também pássaros, linces, veados, lobos e ursos marrons (símbolo do parque). Dizem que é possível escutá-los no alto das montanhas à noite.

DICA

Com cachoeiras, cavernas e grutas, torna-se um passeio de contato direto com a natureza, já que lá você pode fazer vários tipos de trilhas. Têm algumas travessias que são feitas com barcos elétricos para não poluir, e, para te impressionar mais ainda, os lagos têm cores diferentes por causa dos minerais. Mas fique atento, no verão, o parque costuma ficar bem cheio de turistas.

 

COMO CHEGAR

A chegada ao parque pode ser de ônibus ou carro. Se não quiser ficar andando o dia todo pelo parque e ainda ter que pegar estrada na volta, é possível pernoitar por lá, o que pode ser muito útil dependendo do seu nível de cansaço.

 

INFORMAÇÃO IMPORTANTE

Os lagos não são abertos para banho, justamente pra preservá-los. E o acesso ao parque não é gratuito, precisa consultar o preço dos ingressos com antecedência pra não ser pego de surpresa, ok?

 

HVAR

Uma das ilhas mais paradisíacas da Croácia, esse é o melhor lugar para aproveitar o verão. Assim podemos descrever Hvar: Uma das regiões mais ensolaradas do País, esse é um destino com muita badalação, passeios e belezas naturais.

 

COMO CHEGAR

A melhor opção é de balsa, saindo de Split. Pode comprar o ticket do ferry (balsa) ali na marina mesmo. Tem como destino a cidade Stari Grad, que fica a cerca de 30 minutos de Hvar; então caso não esteja de carro, procure uma opção para a ida até Hvar após o traslado de ferry.

 

DICAS

Os bares estão espalhados pela ilha, além das baladas. Mas se você procura por descanso, aqui também é o lugar ideal. As praias são, em maioria, sem a areia soltinha que estamos acostumados no Brasil. São de pequenas rochinhas e, algumas, são de rochas bem grandes. A ilha tem cerca de 70km, e uma dica incrível é alugar uma bicicleta ou um carro pra poder circular por lá. Além disso, indicamos alugar uma lancha e conhecer as ilhas ao redor: tem uma mais linda que a outra!

 

- Culinária

 A cultura croata é repleta de influências dos povos que por lá passaram e o mesmo vale para a sua rica e variada culinária. A gastronomia tem muita influência da Itália. São muitos restaurantes italianos por todo o país. A pizza é tira-gosto para eles. Frutos do Mar são a especialidade do país e são pratos mais caros, principalmente nas ilhas. As cervejas são Osujisko Pivo e a Karlovako, ambas deliciosas. Não deixe de experimentar o burek, um salgado típico do país, que é uma massa folhada recheada de queijo, espinafre ou carne. Sensacional! Em Zagreb e região dos Lagos Plitivce, no entanto, é muito comum um mix de carnes servido com batata e feijão, que é uma delícia e lembra o nosso churrasco. Os vinhos croatas também são bons, principalmente os brancos e rosés, que combinam perfeitamente com o verão.

Na costa dálmata, você irá encontrar pescados e pratos típicos gregos e italianos que são bastantes presentes, enquanto que em Zagreb e nas regiões montanhosas há claras inspirações húngaras, turcas e austríacas. Portanto, não se surpreenda em achar, com bastante frequência, especialidades regionais como goulash, apfelstrudel, baklava, nhoque e pimentões recheados nos restaurantes locais.

 

3 PRATOS - DICAS

Brudet: é um cozido de bata com peixe (mais para a região de Dalmácia).

Perto de Dubrovnik, não deixem de experimentar as famosas ostras.

Experimente também o Crni rižot, um risoto negro, delicioso, tingido com a tinta da Lula. Os vinhos croatas também são muito saborosos. Vale uma pausa para saborear!

 

- História

Só para nos situarmos um pouco, a Croácia fez parte da ex-nação da lugoslávia, durante boa parte do século XX, e recuperou sua independência na guerra que acabou apenas em 1991. Mas não se vê sinal do conflito por qualquer lugar que se passe, exceto nos museus que contam um pouco de sua incrível história de séculos de ocupações que deixaram uma herança cultural riquíssima, principalmente do período do Império Otomano.

 

- Curiosidades

- Se você é um apaixonado por séries, algumas cidades da Croácia fizeram parte do cenário de “Game Of Thrones”! O clima medieval desse país maravilhoso serviu perfeitamente para ambientar essa série que ficou tão famosa pelo mundo.

- Você com certeza conhece ou já ouviu falar dos cães da raça Dálmata. Sabia que esse nome surgiu na Dalmácia, uma região que abrange territórios da Croácia, Herzegovina, Montenegro e Bosnia? Legal, né? A origem da raça em si ainda é desconhecida e não se tem muita informação sobre o assunto, mas o nome surgiu e foi inspirado naquela região. Essa raça se tornou muito conhecida e querida por todos depois de fazer parte do filme infantil “101 Dálmatas”.

- A cidade HUM, localizada a Oeste do País, está no livro dos Recordes como a menor cidade do mundo, com uma população de cerca de 20 pessoas.

- Sabia que a Croácia só virou membro da União Europeia em 2013? Hoje é um dos países mais desenvolvidos da ex-Iugoslávia.

- Os recursos naturais da Croácia encontram-se bem explorados, especialmente o petróleo, o carvão e o bauxite;

- A indústria abrange produtos como o vinho, os têxteis, produtos químicos, petróleo e gás natural;

- A nível agrícola, as culturas dominantes são o milho, o trigo, a beterraba, a batata e a cevada;

- Suas principais religiões são: Catolicismo (87,8%) e Catolicismo Ortodoxo (3%).

 

Bom, agora com certeza já está convencido a carimbar seu passaporte com a entrada na Croácia, não é? Esse País com tanta diversidade vai te surpreender e se tornará uma viagem inesquecível!

 

Dobar put! (ou BOA VIAGEM!)

Bom, agora com certeza já está convencido a carimbar seu passaporte com a entrada na Croácia, não é? Esse País com tanta diversidade vai te surpreender e se tornará uma viagem inesquecível!

 

 

Olá, deixe seu comentário para Viagem pela Croácia

Enviando Comentário Fechar :/

Gostou? Vamos planejar sua viagem?

Solicite orçamento personalizado