Blog

Que tal um Safári pela África do Sul?

  • Compartilhe
  • Postado em 24/11/2016
  • Por Marketing TGK
  • Visto 333 vezes
Que tal um Safári pela África do Sul?

AS PAISAGENS AFRICANAS são o “sonho de viagem” dos turistas que não dispensam uma boa dose de aventura. Entre os roteiros turísticos mais desejados por quem planeja conhecer a África do Sul está o Kruger Park que, como o próprio nome indica, constitui-se de um parque a céu aberto, rodeado pela savana e sua intensa vida selvagem.

Para os fãs de safáris, trata-se de uma “parada obrigatória”. Afinal, o Kruger Park possui cerca de 20 mil metros quadrados e contempla a natureza mais exótica do planeta, sendo possível avistar elefantes, chitas, antílopes, girafas, leopardos, búfalos, zebras, entre centenas de mamíferos, répteis e aves.

Um safári inesquecível

O Kruger Park é a porta de entrada para o mais intenso safári de aventura que alguém poderia experimentar. Com o acompanhamento de um guia turístico especializado na savana africana, fica fácil conhecer toda a diversidade de fauna e flora desse território, que é dividido em 16 partes distintas.

Basicamente, nas zonas que abrangem a região norte, o turista poderá aventurar-se por uma extensa área semiárida com árvores de baobás e mapones. Além de enormes mamíferos, o turista avistará avestruzes e, em partes mais isoladas, outras aves incomuns como a galinha da angola de penacho, estorninhos de cauda longa e o raríssimo surucuá.

Já a região central reserva uma vegetação diferenciada, com plantas rasteiras que servem de tapete para os majestosos leões passarem em busca de suas presas. Do outro lado, na região sul, exibem-se os rinocerontes em uma paisagem de estonteante beleza, banhada pelos rios Sabie e Sand.

“Games” no Safári

Um passatempo típico de quem visita o Kruger Park é o jogo de procura aos “Big Five” ou, em tradução livre, “Os Cincos Grandes”. O desafio é avistar os animais mais difíceis de serem caçados − leão, rinoceronte, leopardo, búfalo e elefante −, que quase sempre estão camuflados em meio à savana. O game é realizado geralmente nas primeiras horas da manhã ou durante o entardecer, sendo ideal para quem deseja fotografar os animais africanos em seu habitat natural. Para ter sucesso no jogo, é fundamental contar com um tracker, ou seja, um guia rastreador que se comunica por rádio com outros guias da região, facilitando a procura dos animais.

Explorando o Kruger Park com a máxima segurança

Tanto na região norte como também na central e sul, o turista pode embarcar em um carro 4x4 todo aberto, que permite apreciar cada pedaço da paisagem e desfrutar das atrações dos subparques e campos mais visitados da reserva, tais como: Punda Maria, Letaba, Olifants, Satara, Skukuza e Shingwedzi.

Embora os animais do Kruger Park já estejam adaptados às visitas cotidianas de turistas, não é aconselhável alugar um carro por conta própria e explorar a região sem o auxílio de um guia turístico. Mesmo que o risco de ataques seja mínimo, é imprescindível contar com o acompanhamento de um profissional especializado em safáris, de modo a garantir a máxima segurança durante a viagem.

Olá, deixe seu comentário para Que tal um Safári pela África do Sul?

Enviando Comentário Fechar :/

Gostou? Vamos planejar sua viagem?

Solicite orçamento personalizado